Fechar X
Porque apagar a luz:
Já é um conhecimento antigo que os monitores gastam mais energia para produzir a cor branca do que a cor preta (74 e 59 watts, respectivamente). Se pegarmos como exemplo o Google, considerando que são 200 milhões de visitas diárias e que cada usuário fique 10 segundos no site, se o fundo da página fosse preto haveria uma economia de 750MWh/ano, que é suficiente para abastecer 284 famílias! Você já ajuda o planeta com um simples gesto. Basta apagar a luz! ;-)

acompanhe:

Relatório Institucional 2014

publicado em: 07/12/2015

O relatório de atividades de 2014 do Instituto 5 Elementos apresenta como foram envolvidos 3.000 professores, alunos e lideranças comunitárias em prol da Educação para a Sustentabilidade.

Em 2014, o Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade beneficiou diretamente 2.899 pessoas (professores, lideranças comunitárias, jornalistas, agricultores e tomadores de decisão), por meio de onze projetos dos programas temáticos Consumo Sustentável, Espaços Educadores, Água e Cidades Sustentáveis, que têm como objetivo disseminar as boas práticas de educação ambiental, com foco na construção de sociedades sustentáveis. Para conhecer os detalhes, visite o relatório:

 http://www.5elementos.org.br/site/index.php/institucional/relatorios/

O Instituto também mantém uma forte atuação na área de Políticas Públicas, que contribui com resultados qualitativos das nossas ações.

O Programa Consumo Sustentável, que sensibiliza as pessoas sobre os impactos do consumo e do desperdício de recursos naturais, promoveu cinco projetos em 2014: deu continuidade ao projeto Consumo Sustentável e Ação na Subprefeitura Lapa, na cidade de São Paulo, que visa mobilizar a população para ampliar a coleta seletiva e implantar minhocários e composteiras, reduzindo, assim, os resíduos que vão para o aterro; promoveu a Formação Consumo Sustentável e Ação junto a todos os professores da Rede Municipal de Ensino de Nova Alvorada do

Sul/MS; a Formação Consumo Sustentável e Ação na ETEC de Franco da Rocha; a parceria com a RECOMERCIO para doação de recursos ao Instituto e o Apoio ao programa de educação ambiental de resíduos sólidos da WWF-Brasil. Estes três últimos projetos citados terão seus resultados mensurados somente em 2015.

O Programa Espaços Educadores, que tem como propósito criar ambientes que possibilitem educar para promover tecnologias sociais de sustentabilidade e que favoreçam a alfabetização ecológica dos envolvidos no processo educativo, em 2014, desenvolveu quatro projetos: o Parque na Escola na EMEF JOCAM, no qual ocorreu a formação de professores com o tema consumo sustentável no 1º semestre e oficinas de Educação Ambiental junto a um grupo de 30 alunos no 2º semestre; oficinas de minhocário e construção de jardins de palha no SESC Pompéia; a continuidade das ações no Cineclube Socioambiental, com exibições de filmes e realização mensal de feira de trocas no bairro da Vila Madalena em São Paulo, visando ampliar a consciência socioambiental de lideranças e formadores de opinião; a realização do Dia de Ação no Centro de Educação Ambiental (CEA) e as Ações de revitalização das áreas verdes na Escola Estadual Profº Andronico de Mello. A Ecovila Águas Contentes continua se estruturando para desenvolver atividades educacionais e de produção de alimentos orgânicos.

O Programa Água, que apoia e fortalece a gestão integrada, participativa e compartilhada nos Comitês das Bacias Hidrográficas e promove ações de educação ambiental com foco na água, em

2014, desenvolveu três projetos, dando continuidade à elaboração da publicação Atlas para a Sustentabilidade Ambiental na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê – Uma aventura pelos seus recursos

naturais, e realizou dois eventos Dia da Água HSBC, voltados aos colaboradores e familiares do banco em diversas capitais do Brasil.

O Programa Cidades Sustentáveis, que incorpora aos ambientes urbanos a valorização da natureza, o uso de tecnologias sustentáveis e a corresponsabilidade cidadã, apoiou, em 2014, aempresa Diagonal na realização do Programa de Educação Ambiental em Canaã dos Carajás/PA.

Nossas parcerias estratégicas estão diretamente relacionadas à nossa atuação na área de Políticas Públicas, sendo estas participações muito importantes para cumprir a nossa missão, além de fazer parte da identidade e missão do 3º setor. Destacamos, em 2014, a nossa liderança no processo de organização e gestão da Plataforma de Agricultura Orgânica na cidade de São Paulo.

Também participamos da Frente Estadual de Agroecologia de SP; da articulação da Política Municipal de Educação Ambiental de São Paulo (PMEA) e do Grupo de elaboração do programa de Educação Ambiental e Comunicação (GT1) do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos; da reunião da sociedade civil para elaboração de documento à Conferência Nacional de Educação (CONAE); da reunião anual do Fórum Brasileiro de ONGS e Movimentos Sociais (FBOMS); do encontro anual da Rede da Mata Atlântica (RMA); na formação da Rede Brasileira da Infância e do Consumo (REBRINC); da Aliança pela Água, grupo da sociedade civil que está atuando conjuntamente com as questões relativas à gestão das águas, devido à forte crise pela

qual passa o Estado de São Paulo. O Instituto também representou a Sociedade Civil no Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) e vem participando do Comitê da Bacia Hidrográfica de Conceição do Rio Verde/MG.

É com muito orgulho que a equipe do Instituto 5 Elementos lança este relatório, que traz a nossa história e esforços para a construção de uma sociedade mais sustentável justa e pacífica.

compartilhe esta notícia:

Escreva seu comentário:

integre-se

Clique aqui para adquirir a Coleção Consumo Sustentável e Ação!

AGENDA

Nenhum evento para o mês selecionado!
MAIO

siga

Fechar X
Cadastre-se:
Insira seu e-mail abaixo para fazer parte de nosso mailing. Marque as opções de acordo com o tipo de comunicados que você deseja receber de nós, e seja bem vindo!