Fechar X
Porque apagar a luz:
Já é um conhecimento antigo que os monitores gastam mais energia para produzir a cor branca do que a cor preta (74 e 59 watts, respectivamente). Se pegarmos como exemplo o Google, considerando que são 200 milhões de visitas diárias e que cada usuário fique 10 segundos no site, se o fundo da página fosse preto haveria uma economia de 750MWh/ano, que é suficiente para abastecer 284 famílias! Você já ajuda o planeta com um simples gesto. Basta apagar a luz! ;-)

Agricultura Orgânica nas APAS

Educação Ambiental para Incentivar a Agricultura Orgânica nas APAS Bororé-Colônia e Capivari-Monos.

Preservar o meio ambiente e incentivar os agricultores e suas famílias a permanecerem na região rural do município de São Paulo, com melhoria da qualidade de vida, é o intuito do projeto “Educação Ambiental para Incentivar a Agricultura Orgânica nas APAs Bororé-Colônia e Capivari-Monos”. Tratou-se de uma continuidade do projeto realizado em 2009 com 14 agricultores da região, envolvendo assistência técnica nas propriedades e formação teórico-prática para a agricultura orgânica.

A segunda edição do projeto, desenvolvido entre março de 2012 e junho de 2013, contou com 20 agricultores formados, sendo que cinco destas propriedades já possuem um sistema produtivo mais próximo do que seria uma propriedade certificada. A Cooperapas – Cooperativa Agroecológica de Produtores Rurais de Água Limpa da Região Sul de São Paulo também ganhou novos associados neste período, atingindo 32 cooperados até julho de 2012.

O objetivo final foi levar os participantes a produzir no sistema orgânico, eliminando o uso de insumos químicos e adequando suas propriedades à legislação ambiental vigente. Além disso, foram impulsionados planos de negócios para cada propriedade, visando a geração de renda, e a inclusão na Cooperapas.

O curso teve formato multidisciplinar sobre agricultura orgânica, organização e sustentabilidade dos agricultores e a conservação e manejo ambiental, além de uma série de visitas a propriedades orgânicas e feiras, que estimulam o compartilhamento de experiências. Tudo isso é ainda mais relevante quando se sabe que o extremo sul da cidade de São Paulo contribui com a preservação de uma área de grande importância hídrica, com formadores da represa Billings e Guarapiranga.

A iniciativa é uma das primeiras a trabalhar a educação ambiental unida à agricultura orgânica na metrópole.  O projeto do Instituto 5 Elementos é realizado por meio da Prefeitura de São Paulo, através do FEMA – Fundo Especial de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de São Paulo, e acontece em parceria com o Centro Paulus, a Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, a Casa de Agricultura Ecológica de Parelheiros e a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo.

Por tudo isso, em 2012, foi um dos 25 selecionados em todo o Brasil pelo Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar, do Ministério do Meio Ambiente, como exemplo de ação educativa e prática sustentável, com espaço na publicação “Boas Práticas em educação ambiental e agricultura familiar”.

VEJA AQUI O RELATÓRIO FINAL DO PROJETO

 

FORMATURA
Apresentação em slides de fotos da formação e dos agricultores formandos
.

Baixe as apresentações e apostilas utilizadas no Curso:

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Anteriores

 

Conheça também a nossa publicação ‘Educação Ambiental para Incentivar a Agricultura Orgânica

Galeria de imagens