Fechar X
Porque apagar a luz:
Já é um conhecimento antigo que os monitores gastam mais energia para produzir a cor branca do que a cor preta (74 e 59 watts, respectivamente). Se pegarmos como exemplo o Google, considerando que são 200 milhões de visitas diárias e que cada usuário fique 10 segundos no site, se o fundo da página fosse preto haveria uma economia de 750MWh/ano, que é suficiente para abastecer 284 famílias! Você já ajuda o planeta com um simples gesto. Basta apagar a luz! ;-)

Projeto Consumo Sustentável e Ação em Resíduos Sólidos na Subprefeitura Lapa

Para contribuir com a melhoria da gestão dos resíduos na cidade de São Paulo, o Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade, em parceria com a Subprefeitura Lapa e outras instituições da região, está desenvolvendo o projeto Consumo Sustentável e Ação em Resíduos Sólidos na Subprefeitura Lapa.

Iniciado em agosto de 2013, com financiamento do FEMA – Fundo Especial de Meio Ambiente da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo – e contando também com o apoio da Natura Cosméticos e articulação com outros 33 parceiros locais, o Projeto tem o propósito de difundir a prática dos 5Rs (Repensar, Recusar, Reduzir, Reutilizar e Reciclar), por meio da disponibilização de informações sobre consumo e descarte sustentável, alimentação saudável e técnicas de compostagem e aproveitamento de sobras de alimentos. Outro foco de ação do programa é fortalecer a coleta seletiva e reduzir a quantidade de resíduos descartados em aterros sanitários.

A primeira etapa do projeto consistiu na elaboração de um diagnóstico que apresenta o levantamento e análise de diversas informações sobre a coleta e a destinação de vários tipos de resíduos descartados nas residências dos mais de 300 mil habitantes da subprefeitura Lapa. Dados do diagnóstico mostram que, em 2012, 174.592 toneladas de resíduos foram coletadas na subprefeitura Lapa e enviadas para aterros sanitários distantes da região. A média diária coletada por habitante da região foi de 1,56 kg. Além de ser uma das maiores médias da cidade de São Paulo, é maior que a de países da Europa e 62,5% maior que a média nacional de 1 kg por dia.

Do total coletado, apenas 3.985,27 toneladas (2,3%) foram aproveitadas, ou seja, coletadas seletivamente e encaminhadas para triagem e posteriormente para a reciclagem. Diante desta baixa adesão, para atingir a meta mínima de 10% de coleta pública de recicláveis até 2016, proposta pela prefeitura de São Paulo, é necessário informar o cidadão da região sobre o que fazer para reduzir, valorizar e como descartar seus resíduos.

É importante destacar que 51% dos resíduos descartados em São Paulo são úmidos, ou seja, sobras de alimentos que podem ser reaproveitadas para produzir composto e biofertilizante, por meio do uso do minhocário (composteira doméstica). Se cada residência adotar esta prática, com certeza iremos reduzir o volume de resíduos que vai para os aterros, além de também reduzir a produção de metano e chorume, que poluem o ar, solo e água.

A partir das informações analisadas no diagnóstico, foi desenvolvido um mapa/folder de comunicação sobre Consumo e Descarte Sustentável, com tiragem de 85.000 exemplares, que estão sendo distribuídos na região pelos parceiros do projeto. O folder traz informações sobre como descartar os vários tipos de resíduos produzidos nas residências – como os recicláveis, remédios, de reformas, eletroeletrônicos e outros – e o que fazer com os resíduos úmidos para transformá-los em adubo. O mapa/folder também apresenta um mapa da subprefeitura Lapa, onde foram identificados pontos de entrega de resíduos, de consumo de produtos orgânicos e de práticas de sustentabilidade.

Até junho deste ano, serão promovidas oficinas sobre Consumo e Descarte Sustentável para instituições parceiras, lideranças comunitárias e agentes estratégicos nos seis distritos da subprefeitura Lapa (Barra Funda, Perdizes, Vila Leopoldina, Jaguara, Jaguaré e Lapa). As oficinas abordam as principais diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos na Cidade de São Paulo (PGIRS), apresenta o sistema de gestão de resíduos domiciliares na Subprefeitura Lapa e ensina práticas sustentáveis como a utilização de minhocário. Durante a oficina, os participantes recebem uma versão do mapa/folder para, em conjunto, apresentarem sugestões e contribuições para aprimorá-lo e também para proporem articulações com o propósito de disseminar estes conhecimentos para a população local.

Com a ampliação da quantidade de instituições que estão envolvidas com o projeto, espera-se que as informações sobre o consumo sustentável, o descarte correto e as práticas sustentáveis cheguem mais diretamente à população local e reduzam a geração excessiva e o descarte incorreto de resíduos.

Também espera-se que os parceiros do Projeto promovam “campanhas” junto a seus associados ou redes de relacionamento, para dar continuidade aos conteúdos e práticas estimuladas pelo projeto, contribuindo assim para a melhor gestão dos resíduos sólidos em nossa região.

Atualmente, o projeto conta com o apoio das seguintes instituições:

Associação Agricultura Orgânica – AAO; Associação dos Funcionários da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – AFALESP; Associação Paulista de Supermercados – APAS; Associação Reciclázaro; Autoridade Municipal de Limpeza Urbana de Autoridade de Limpeza Urbana de São Paulo – AMLURB; Bija Yoga – Yoga, Massagem Ayurvédica e Terapias de Crescimento Pessoal; Bioideias Operações e Assessoria Agrônomica; Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz – CADES Subprefeitura Lapa; Clã – Estúdio das Artes Cômicas; Cooper Viva Bem; Cooperativa de Trabalho, Produção e Reciclagem de Resíduos Sólidos Eletroeletrônicos – Coopermiti; Cooperativa Regional de Coleta Seletiva e Reciclagem da Região Oeste – Cooperação; Cooperativa União Ambiental e Artesanal Mofarrej; Diretoria de Ensino Região Centro; Diretoria de Ensino Região Centro-Oeste; Diretoria de Ensino Região Norte 1; Diretoria Regional de Ensino Pirituba – Secretaria Municipal de Educação; Ecofit Club; Envolverde – Jornalismo e Sustentabilidade; Faculdades Integradas Rio Branco; Fórum Social da Vila Leopoldina – Lapa; Inova; Instituto Kairós; Jornal da Gente; Logística Ambiental – Loga; Mercado Apanã; Natura Cosméticos; Padaria Wheat Organics; Parque Leopoldina Orlando Villas Bôas; Parque Vila dos Remédios; Recicla Butantã; RedeResíduo; Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC – Lapa Tito; Serviço Social do Transporte Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – SEST SENAT; Sociedade Benfeitora Jaguaré e Subprefeitura Lapa; Toodo Eco e Waba Waba.

Para mais informações, acesse o hotsite do projeto:

Consumo Sustentável e Ação em Resíduos Sólidos na Subprefeitura Lapa

 

Galeria de imagens