Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade participa do Plano Diretor da Cidade

No dia 27 de julho aconteceu a revisão participativa do Plano Diretor de São Paulo, e o Instituto 5 Elementos, por meio da participação de sua fundadora e gestora Mônica Borba, contribuiu para apoiar a construção de uma sociedade sustentável em São Paulo e em especial na Subprefeitura da Lapa. Segue abaixo suas principais sugestões:

Em relação a COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO:

• Comunicação direta com a população por subprefeitura: Cada subprefeitura deveria ter um portal de comunicação da região, envolvendo a sociedade civil e organização de cada região. A ideia é ter um espaço digital no qual se possa divulgar os projetos e iniciativas que geram desenvolvimento ambiental, cultural e educacional (entre outros) da região.

• Criação de um banco de dados dos moradores, que podem optar por receber por e-mail, ampliando a ação e comunicação do governo com a sociedade.

Em relação as ÁREAS VERDES, ESPAÇOS EDUCADORES E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL:

• Projeto para sustentabilidade e uso das praças públicas pela sociedade civil para isso, propõem-se a criação de uma gestão e utilização das praças ampliando considerando assim a possibilidade de ter um zelador (que pode ser contratado visando o assistencialismo e a integração de cidadãos como moradores de rua, ex-prisioneiros, etc), hortas e plantio útil (hortaliças e ervas) e compostagem local de cada praça.

• Que seja incentivado o plantio de espécies de mata atlântica nas praças, valorizando ainda mais o meio ambiente.

• Promover programa de plantio de árvores nas vias públicas envolvendo os moradores em sua manutenção, tornando-os seus tutores por meio de programas de educação ambiental.

• Fazer uma campanha permanente para recolher os dejetos de animais domésticos espalhados pelas ruas. O cidadão responsável pelo recolha e o deposite em lixeiras próximas.

• Manter cursos de jardinagem, alimentação saudável permanentes nas 32 escolas estufas que existem em cada uma das subprefeituras, criando rede social com foro nesta temática, que deverá promover intervenções nas áreas verdes da cidade.

• Varrição seletiva das ruas, separando os orgânicos dos rejeitos. As folhas, consideradas orgânicos poderiam ser encaminhadas para as praças incrementando as seriapilheiras e ou compostagem nas mesmas

• Incentivar por meio de programas de educação ambiental e assistência técnica o incentivo à produção orgânica nas APAs- áreas de proteção ambiental – contribuindo para criação de feiras orgânica nos parques municipais de SP.

• Fazer o mapeamento das áreas verdes e dar acesso dos dados à população.

• Promover uma política de manutenção preventiva das áreas verdes e do entorno. Uma parte da arrecadação do ISS será revertida para manutenção das áreas verdes.

Em relação as ÁGUAS e RESÍDUOS SOLIDOS:

• Comunicar por meio de mapas e placas os nomes e localizações dos rios, nascentes, córregos e riachos, principal, e enterrados evidenciando a geografia local.

• Consolidar o pagamento pelos serviços ambiente aos proprietários de terras produtoras de água e catadores e cooperativas de resíduos.

Quem quiser conhecer todas as propostas sistematizadas, bem como os participantes neste processo visite site: http://gestaourbana.prefeitura.sp.gov.br/biblioteca/




Rua Catão, 1173 – Lapa – São Paulo/SP | CEP:05049-000

55 11 3871-1944

comunicacao@5elementos.org.br

Copyright © 2019 5 Elementos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio