Instituto 5 Elementos consolida parceria com o Programa Cidades Sustentáveis

Realização do Programa Cidades Sustentáveis

Sensibilizar, mobilizar e oferecer ferramentas para que as cidades brasileiras se desenvolvam de forma econômica, social e ambientalmente sustentável é um dos objetivos do Programa Cidades Sustentáveis – lançado em 19 de agosto, pela Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis em parceria com o Movimento Nossa São Paulo, e o Instituto Ethos.

São grandes os desafios, e para alcançar o êxito em ações que contribuam para a sustentabilidade é fundamental o envolvimento de cidadãos, organizações sociais, empresas e governos. Por isso, o Instituto 5 Elementos, que já integra o Movimento Nossa São Paulo, vem apoiando a divulgação e implementação do Programa Cidades Sustentáveis.

O primeiro passo do Programa foi a elaboração de uma  Plataforma , que consiste em uma agenda voltada à sustentabilidade das cidades, abordando as diferentes áreas da gestão pública em 12 eixos temáticos, nas dimensões; social, ambiental, econômica, política e cultural.

Também foram criados Indicadores gerais associados aos eixos da Plataforma, para nortear o planejamento das cidades, e a execução e avaliação de políticas públicas. A Plataforma servirá de fonte de inspiração tanto para programas de governos, quanto para a atuação de movimentos e organizações da sociedade civil que lutam pelo desenvolvimento sustentável.

O Programa ainda apresenta Casos de referências nacionais e internacionais. Entre os exemplos de excelência destacados no Brasil está a Avemare, uma organização formada por ex-catadores de materiais recicláveis que criou o Programa Lixo da Gente – Reciclando Cidadania, baseado em três frentes de atuação: empresas e indústrias; escolas; residências e comércios. A meta é realizar 100% de coleta seletiva em Santana de Parnaíba.

Outro modelo interessante é a estratégia de resíduos da Nova Zelândia, aplicada desde 2002, como principal política dos governos central e locais, visa minimizar o desperdício e desenvolver melhor manejo dos resíduos. Atualmente, 97% dos neozelandeses têm acesso a instalações de reciclagem e houve a redução de 25,3% na emissão de CO2 na área de resíduos. A estratégia contém 30 metas para reduzir o volume de materiais descartados, com a expectativa de que as prefeituras desenvolvam e definam progressivamente os próprios objetivos, e planos locais.

Telhado Verde – Crédito: By sookie. Wikimedia Commons

Em Chicago, nos Estados Unidos, foi implantada a obrigatoriedade da construção de edifícios amigos do ambiente (“eco-friendly”) e mais de meio milhão de árvores foram plantadas. Além disso, foram instalados tetos verdes em mais de seis mil edifícios para resfriar a cidade. Só no teto da prefeitura (City Hall) há mais de 20 mil plantas, de mais de 150 variedades, incluindo 100 arbustos, 40 trepadeiras e 2 árvores. A cidade está monitorando a temperatura, a chuva e a velocidade e direção do vento, o que vai ajudar a avaliar como o teto verde tem contribuído para a qualidade de vida na cidade.

 

Saiba mais informações sobre o Programa Cidades Sustentáveis aqui.




Rua Catão, 1173 – Lapa – São Paulo/SP | CEP:05049-000

55 11 3871-1944

comunicacao@5elementos.org.br

Copyright © 2019 5 Elementos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio