Cultura e Sustentabilidade caminham juntas no Programa Energia Social

O projeto arquitetônico do Ponto de Cultura e Sustentabilidade é do Ecocentro IPEC – Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado

“Não conhecíamos esse tipo de tecnologia, foi um grande desafio, mas o tempo de construção é bastante parecido com o da obra convencional”. Essa é a visão do pessoal da mão de obra que atua no projeto inovador do Ponto de Cultura de Sustentabilidade de Nova Alvorada do Sul (MS), em execução desde junho de 2012 e previsão de inauguração até o final deste ano, no âmbito do Programa Energia Social para a Sustentabilidade Local, parceria da ETH Bioenergia e do Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade.

O projeto nasceu da própria demanda local por um ambiente que possa contribuir com a valorização da identidade cultural de Nova Alvorada do Sul, difundindo os valores e os princípios da sustentabilidade. Toda a concepção do Ponto de Cultura de Sustentabilidade foi estimulada pelo trabalho de educação para a sustentabilidade que o Instituto 5 Elementos promoveu junto a Comissão Temática de Cultura, composta por representantes dos diferentes segmentos locais, que elaborou o projeto, aprovado pelo Conselho Comunitário do programa. A cidade já possuía um pequeno Ponto de Cultura, com cerca de 400 atendimentos por semana, mas a decisão pelo novo espaço se deu pela demanda crescente por suas atividades, como aulas de violão, dança, pintura e percussão.

“O dimensionamento do Ponto de Cultura de Sustentabilidade permitirá triplicar esse número, mas o mais importante são os critérios e tecnologias sustentáveis incorporadas ao projeto arquitetônico, como o tratamento biológico de esgoto, a reutilização de materiais de demolição ou os telhados verdes. Fiquei impressionado, pois a obra é limpa e acabada, os tijolos de solo e cimento, por exemplo, são fixados por meio de uma cola, com menor impacto ambiental”, contou Samuel Protetti, coordenador de projetos do Programa Energia Social, durante a última reunião da Comissão Temática e do Conselho Comunitário de Teodoro Sampaio e Mirante do Paranapanema, para que seus membros visualizassem um modelo de construção sustentável.

O projeto, com o desenho de fragmentos em forma de colmeias é de autoria do Ecocentro IPEC – Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado e exige alguns cuidados diferenciados devido à tecnologia menos convencional. “Mas em termos de custos, economizamos quase um terço do valor, já que a perda de materiais é mínima e a forma de trabalho gera menos resíduos”, explica Protetti.

Este será o primeiro espaço cultural do Brasil com mais de doze tipos de tecnologias de sustentabilidade combinadas.

A ideia do Ponto de Cultura de Sustentabilidade é contribuir com o resgate da identidade local e atender a demanda por atividades culturais, com espaços que inspiram a alegria e a expansão, outros a introspecção e alguns a visão dos materiais orgânicos utilizados. Após a construção, haverá um amplo planejamento de sua gestão e programação cultural, social e ambiental, incluindo a formação de educadores ambientais para atuar nas oficinas do Ponto de Cultura.

Entre os principais espaços da edificação estão os vestiários com aquecedor solar de água, banheiros ecológicos com tratamento biológico de esgoto, ambientes lúdicos e educativos com formas orgânicas e integradas, espaço para exposições e sala de artes plásticas e escultura, bibicletário, sistema de captação e armazenamento de água da chuva, jardim sensitivo com ervas medicinais e viveiro de mudas nativas, além de uma quadra para abrigar a banda da cidade que hoje ensaia na rua.

O Ponto de Cultura de Sustentabilidade será o primeiro espaço cultural no Brasil com mais de doze tipos de tecnologias de sustentabilidade combinadas que incluem sistema de ventilação e iluminação natural, jardins de chuva e verticais, saneamento biológico, captação, uso e reuso da água da chuva, armazenamento da água de chuva em cisternas de ferro e cimento, aquecimento solar de água e construção com terra – taipa de pilão, taipa leve e blocos de solo cimento. A inauguração do espaço está prevista para novembro de 2012.




Rua Catão, 1173 – Lapa – São Paulo/SP | CEP:05049-000

55 11 3871-1944

comunicacao@5elementos.org.br

Copyright © 2019 5 Elementos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio