5 Elementos lança livro sobre Educação Ambiental para Agricultura Orgânica

Na noite do dia 16/09, o 5 Elementos – Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental lançou, na Sala Crisantempo, capital paulista, o livro “Educação Ambiental para a agricultura orgânica nas APAs Bororé-Côlonia e Capivari-Monos”. O evento contou com a presença de representantes do governo estadual e municipal, bem como do presidente e vice-presidente do Subcomitê da Bacia Hidrográfica Alto Tietê/Pinheiros-Pirapora.

Inicialmente, Arpad Spalding, coordenador do projeto Agricultura Orgânica, deu as boas vindas e convidou a todos a assistirem o filme “O Poder da Comunidade” que conta a história de como Cuba sobreviveu ao pico do petróleo. O documentário é um projeto da organização não governamental The Community Solution e explica com riqueza de detalhes a transição da agricultura convencional para a permacultura naquele país.

Depoimentos sobre o projeto

Após exibição do filme, Arpad Spalding, da ong 5 Elementos; Maria Lúcia Bellenzani, da Secretaria do Verde e Meio Ambiente (SVMA); Araci Kamiyama, gestora do Projeto “Guarapiranga Sustentável”, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA); e Mauri Joaquim da Silva e Valéria Maria Macoratti, agricultores participantes do projeto, falaram sobre suas experiências e atuações.

Segundo Spalding, cada vez mais é importante fomentar a sensibilização e a conscientização das pessoas quanto à agricultura orgânica. “O despertar começa com a transformação interna”. Para o coordenador, um dos grandes problemas ainda é a falta de valorização do agricultor.

Para a agricultora Valéria Maria Macoratti os coordenadores, apoiadores e participantes do projeto tornaram-se parte de sua família. Em sua fala destacou o carinho, a admiração e o respeito entre o grupo. “Considero o 5 Elementos, e o pessoal da equipe do projeto, membros de minha família. Não somos agricultores concorrentes e sim parceiros”.

O agricultor Mauri Joaquim da Silva contou um pouco sobre sua história destacando o respeito pela terra no trabalho na roça com o avô. “Divido a agricultura orgânica em três processos: querer, consciência e paixão. Na agricultura orgânica é preciso também paciência para ver a coisa acontecer em seu tempo certo”.

Maria Lúcia Bellenzani, da Secretaria do Verde e Meio Ambiente (SVMA/SP), também destacou a importância de se valorizar o agricultor. Comentou sobre a importância dos agricultores na proteção dos recursos hídricos. “Se falamos de proteção das águas e dos mananciais precisamos ouvir também as pessoas que moram nos sítios, conversar com os agricultores. Duas palavras me chamaram atenção no filme ‘O Poder da Comunidade’. São elas: autonomia e solidariedade”.

Lúcia Bellenzani resumiu os objetivos das Áreas de Proteção Ambiental (APAs), bem como do papel dos gestores públicos em articular e apoiar trabalhos como o projeto desenvolvido pela ong 5 Elementos. Falou dos objetivos dos projetos “Água doce” e “Raízes”, da Lei da Agricultura Orgânica e do Encontro de Agricultura Familiar Orgânica. “Aprendi com agricultores que o lugar de plantar uma semente deveria ser chamado de berço e não de cova porque em berço embalamos uma criança. Na cova enterramos mortos”.

Araci Kamiyama, gestora do Projeto “Guarapiranga Sustentável”, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA), destacou os objetivos da chamada “revolução verde”, comentou sobre planos de crédito rural para agricultores e sobre a falta de dados da produção de orgânicos em São Paulo. Destacou o Sistema Integrado de Gestão Ambiental (SIGAM) e a Rede de Agroecologia da Guarapiranga.

“Precisamos nos preparar mais em políticas públicas e aproximar produtor e consumidor. Com a Lei Específica da Billings toda a produção da região deverá ser orgânica”, concluiu Araci.

Convidados – depoimentos

Produtos orgânicos são cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos. As técnicas de produção orgânica incentivam a conservação do solo e da água, além de ajudar na redução da poluição.

Para o ambientalista Carlos Marx Alves, presidente do Subcomitê da Bacia Hidrográfica Alto Tietê/Pinheiros-Pirapora e secretário de Meio Ambiente de Osasco, a experiência do projeto desenvolvido pelo 5 Elementos serve de inspiração para demais pessoas. “Temos interesse em apoiar projetos de agricultura orgânica. O amor e o respeito pela terra estavam presentes na fala dos palestrantes. Para quem tem a preocupação com os recursos naturais esse amor e carinho são muito importantes”.

Segundo o secretário, a prefeitura de Osasco desenvolve, desde 2005, projetos de agricultura orgânica. “Dentro da educação ambiental temos cursos horticultura e produção de flores, além de hortas comunitárias e feira de orgânicos. Nosso objetivo é colocar nas 40 feiras populares da cidade uma banca com produtos orgânicos. A ideia principal é popularizar o consumo desse tipo de alimento”.

Suely Campos de Oliveira e Maria Aparecida Duarte dos Santos, respectivamente das áreas administrativa e contábil, conhecem e acompanham os trabalhos do Instituto 5 Elementos. “Me identifiquei com o filme. Gostei dos depoimentos sobre agricultura orgânica. Aplico tudo que está ao meu alcance que tenha sido produzido de forma saudável. Sou uma verdadeira vegetariana”, destacou Suely. Para Maria Aparecida o evento foi mais uma oportunidade de conhecimento e aprendizado.

Projeto Agricultura Orgânica

O projeto “Educação Ambiental para incentivar a Agricultura Orgânica nas APAs Bororé-Colônia e Capivari-Monos” visa a transformação da agricultura tradicional para a orgânica nas áreas de proteção ambiental no sul da cidade de São Paulo. O princípio básico é a reeducação pessoal e profissional voltada para o desenvolvimento humano, enfocando os princípios da educação para a sustentabilidade.

No projeto foram realizados encontros mensais com os beneficiários para o desenvolvimento de curso teórico e prático de capacitação, e suporte técnico individual nas propriedades dos agricultores participantes.

Informações: Arpad Spalding. Fone: (11) 11 3871-1944. E-mail: arpad@5elementos.org.br. Site: www.5elementos.org.br.




Rua Catão, 1173 – Lapa – São Paulo/SP | CEP:05049-000

55 11 3871-1944

comunicacao@5elementos.org.br

Copyright © 2019 5 Elementos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio